Médium de famosos encontrado morto no Rio. Mais um crime de ódio religioso?

medium_freiluiz

Gilberto Arruda, que já atendeu Guga, Milton Nascimento e Elba Ramalho, foi encontrado em casa, amarrado e morto.

medium-gilberto

Gilberto Arruda

Na mesma semana em que a menina Kaylane, de 11 anos, foi agredida por ser candomblecista, o Rio de Janeiro volta a viver mais um crime ligado à religião. Na manhã desta sexta-feira (19), o médium Gilberto Arruda, do Centro Espírita Frei Luiz, que fica na Taquara, Zona Oeste da capital fluminense, foi encontrado morto, amarrado e amordaçado.

Segundo o tenente-coronel Rogério Figueiredo, comandante do 18º BPM (Jacarepaguá), o médium estava em casa, amarrado em sua cama, que fica dentro da propriedade do centro. De acordo com o coronel, no quarto de Arruda foram encontradas manchas de sangue.

Todas as atividades do centro foram suspensas e quem trabalha no local, dispensado. Os portões do Frei Luiz estão fechados e os policiais trabalham fazendo perícia preliminar do caso.

Gilberto era um dos principais médiuns do local e realizava cirurgias espirituais guiado pelas mãos do espírito do médico alemão Frederich Von Stein. Por suas mãos passaram diversos famosos como o tenista Gustavo Kuerten, o humorista Chico Anysio, e os cantores Milton Nascimento e Elba Ramalho.

Compartilhe este artigo com seus amigos.
Share on FacebookEmail this to someoneTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page