Falta de vitamina D é fonte de doenças graves. Precisamos de sol moderado, e sem protetor solar

vitaminaD

Expor a pele ao sol – sem protetor solar – de 20 a 30 minutos por dia em horários adequados (o período em que sua sombra corresponde à sua estatura é o indicado) é mais do que benéfico: é fundamental para a saúde humana. É o sol quem garante a produção de vitamina D, na verdade um hormônio esteroide com 229 funções em cada uma de todas as nossas células, com papel crucial em nosso sistema imunológico.

O desconhecimento dessa verdade médica básica e a vida moderna, com adultos enfurnados em escritórios ou em suas casas e crianças que passam mais tempo diante de computadores do que nas brincadeiras ao ar livre, vêm causando enorme deficiência deste hormônio na população mundial. E com ela, doenças que vão do câncer à depressão, passando por várias doenças autoimunes, todas “viabilizadas” em nosso organismo por falta da “vitamina D”.

E agora o alerta que quase ninguém faz: o protetor solar fator 8 bloqueia 90% da produção deste hormônio. A partir do fator 15, o bloqueio é completo. As afirmativas constam da excelente entrevista concedida pelo Dr. Cícelo Galli Coimbra em entrevista à Leda Nagli, no programa Sem Censura da TV Brasil.

Veja o vídeo.

 

Compartilhe este artigo com seus amigos.
Share on FacebookEmail this to someoneTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page