Entenda por que o português é a melhor língua para a música

estudantina

Seria apenas sorte o fato de as melhores músicas do mundo serem cantadas em português ou o idioma tem algo a ver com isso?

MOSE HAYWARD, no site Tipsy Pilgrim

É seguro dizer que cerca de três quartos das melhores músicas do mundo provêm de países que falam português. Exemplos não faltam. O marrabenta, do Moçambique; o samba rock e hip hop de São Paulo; a bossa nova do Rio de Janeiro; a música caipira do sul do Brasil; e o fado de Portugal. A lista é infinita. Veja algumas teorias que explicam o que faz do português um idioma tão perfeito para a música.

1) Em primeiro lugar, o português é um idioma rico em vogais, mas isso é só o começo. Existem as vogais nasais, ditongos (duas vogais juntas), e tritongos (grupo de três vogais muito divertido de pronunciar).

As vogais são muito importantes para os cantores, pois para pronunciá-las eles precisam manter a garganta bem aberta. Quando eles desejam estender uma palavra, sempre escolhem a parte onde está a vogal. Cantores que cresceram falando português têm uma relação mais íntima com o uso das vogais.

2) O português tem um limitado número de consoantes que são muito eficazes para marcar o ritmo. O vídeo abaixo, em que Elis Regina canta “Nega do Cabelo Duro”, é um ótimo exemplo disso.

3) As consoantes do português tendem a vir sempre no início das palavras ou das sílabas, raramente elas aparecem no final. Isso deixa a garganta livre para estender o final das sílabas, garantindo leveza ao som.

4) O “ão” é raro na maioria das línguas, mas é muito comum no português. É um som lindo, diferente e divertido de pronunciar. Veja abaixo o exemplo de Clara Nunes interpretando “Pé no Chão”, de Armando Fernandes.

5) Diferentemente do mandarim e outras línguas africanas, o português não é uma língua tonal, onde a mesma palavra pode assumir diferentes significados dependendo do tom. Isso deixa cantores e compositores livres para compor sem ter que se preocupar com os tons. Mas, apesar de não ser uma língua tonal, o português usa mudanças de tom para enfatizar surpresa, perguntas, etc.

6) Saudade. Muitos pessoas cuja língua nativa é o português afirmam que essa palavra não existe em nenhuma outra língua. Mas, na verdade, palavras que traduzem o mesmo sentimento existem em várias outros idiomas (sevdah, do bósnio, e nostalgia, do inglês, têm significados bem similares). Mas a questão é que as músicas em português celebram a saudade mais do que qualquer outro idioma. Exemplo disso é a canção de “É Doce Morrer no Mar, de Dorival Caymmi , aqui interpretada por Marisa Monte e Cesária Evora.

7) O português é um idioma em que a mesma palavra pode ter vários significados, dependendo do modo em que é empregada. Logo, é um idioma que seria incapaz de tolerar a incessante ironia da língua inglesa ou a aspereza do francês.

8 ) O fato de ser uma língua falada em vários continentes diferentes tornou a música cantada em português culturalmente rica e aberta a incorporar novos elementos. Isso é especialmente visto no Brasil.

Fonte: Tipsy Pilgrim – Why portuguese is the best language for music

Compartilhe este artigo com seus amigos.
Share on FacebookEmail this to someoneTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page